O que é e por que a reserva de torque é tão importante?

Por Marcos Okuno (Universidade Estadual de Campinas)

02.02.2024 | 09:43 (UTC -3)

Você que já teve contato com trabalho agrícola em especial com a utilização de tratores, ou que procurou o melhor trator para adquirir já deve ter ouvido falar em Reserva de Torque. Afinal, o que é reserva de torque? Por que ela é tão importante para a escolha de um trator?

No catálogo dos fabricantes de tratores, cada modelo vem especificado suas características como por exemplo potência, torque, rotação e reserva de torque, mas afinal, o que é esta tal reserva?

Reserva de torque é uma característica presente e importante principalmente em tratores agrícolas. Ela representa a “elasticidade” do motor em uma operação de trabalho na qual o motor perde rotação em um esforço adicional, porém, o recupera através da elevação do torque do motor. A grosso modo, quando o motor começa a perder rotação em seu trabalho, o torque do mesmo aumenta até um limite na qual chamamos de torque máximo e por fim o governador (mecânico ou eletrônico) trabalha em débito máximo.

Não é uma regra, mas normalmente em operações de trabalho pesado, é recomendado que o trator trabalhe em rotação nominal, próximo da rotação máxima para ser mais prático, neste ponto encontra-se a potência máxima, porém não o torque máximo, como é possível ver no gráfico de curva de motor abaixo:

Numericamente falando a reserva de torque representa uma relação de torques, melhor dizendo, representa em valores percentuais, a elevação de torque a partir do torque na potência máxima até o torque máximo, é nesta faixa de rotação que realizamos quase todas a operações agrícolas.

A reserva de torque pode ser calculada através da seguinte equação:

Como estas curvas são obtidas?

Você já ouviu falar em dinamômetro? Existe um modelo em especial utilizada para levantar curvas de torque e potência de tratores a partir da tomada de força do trator. Ela nada mais é do que um freio dinamométrico instrumentado que freia o motor indiretamente através da tomada de força, obtendo dados de torque e rotação, a potência fica por conta do produto destes dois fatores.

A fundamentação teórica é baseada no Freio de Prony, conforme o esquema a seguir:

A cinta freia o eixo de raio “r” (volante do motor ou tomada de fora do trator) e resultando no esforço ao braço apoiado sobre a balança gerando uma força resultante “F”, a leitura da rotação é obtida por um sensor indutivo a partir de então o programa pode calcular torque, rotação, potência e ainda plotar as curvas.

Atualmente os dinamômetros mais modernos possuem sistemas de freios hidráulicos e embreagens com sistema de arrefecimento à água e sistemas eletrônicos de coleta de dados que entregam com mais confiabilidade os dados da curva do motor.

Obtenção de dados de reserva de torque com dinamômetro com freios hidráulicos
Obtenção de dados de reserva de torque com dinamômetro com freios hidráulicos

Por Marcos Okuno (Universidade Estadual de Campinas)

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024