Telemetria: conectividade das máquinas e gestão de dados

Por Leandro Pieper Mota, Ângelo Vieira dos Reis, Fabrício Ardais Medeiros e Mauro Fernando Ferreira (NIMeq/Faem/UFPel)

29.01.2024 | 15:32 (UTC -3)

Com a expansão da agricultura e a crescente necessidade de se produzir cada vez mais com menos recursos, observa-se o avanço da tecnologia embarcada em máquinas agrícolas tornando-as cada vez mais eficientes e geradoras de fonte de dados que auxiliam no gerenciamento e tomada de decisões nas propriedades.

Neste sentido, temos a telemetria, sistema que conecta as máquinas via internet desde o campo ao escritório, sendo possível enviar tarefas e linhas de orientação para o operador executar, bem como receber dados das operações agrícolas e identificar possíveis anomalias e agir em tempo de corrigir esses problemas.

A agricultura comercial tem obtido consideráveis avanços nos últimos anos, desencadeados principalmente pelo emprego da tecnologia no campo, direcionada à mecanização dos processos, sistema de semeadura direta, biotecnologia e à agricultura de precisão. Os reflexos do uso dessas tecnologias são observados na produção agrícola nacional de grãos, em que, nos últimos anos, apresentou grande aumento na produtividade. Entre as ferramentas de agricultura de precisão que contribuíram para a evolução dos patamares produtivos, se destacam: o uso de instrumentos de navegação por satélite nas máquinas agrícolas, o mapeamento da variabilidade de fertilidade dos solos, a aplicação de insumos com taxas variáveis, o monitoramento instantâneo de condições de planta, o controle georreferenciado de aplicações de insumos e a utilização de mapas de produtividade.

[...]

Por Leandro Pieper MotaÂngelo Vieira dos ReisFabrício Ardais Medeiros Mauro Fernando Ferreira (NIMeq/Faem/UFPel). Artigo publicado na edição 242 da Revista Cultivar Máquinas

* * *
Conteúdo Restrito.
Assine uma revista ou realize login em uma conta com acesso para visualizar.
Mosaic Fevereiro Marco 2024
Agricultura

Vantagens do levantamento dos agentes do complexo do enfezamento do milho por PCR em tempo real

Por Caroline Wesp Guterres, Professora Adjunta do Departamento de Fitotecnia da UFRGS e especialistas do Agronômica Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário: Cristina Lage de Andrade, Coordenadora de Pesquisa; Juliane Fernandes, Analista da Virologia e Biologia Molecular; Marisa Dalbosco, Coordenadora Técnica; Pâmella Ortiz, Assistente da Bacteriologia; Tatiana Mituti, Supervisora de Virologia e Biologia Molecular; e Yuliet Cardoza, Supervisora da Bacteriologia

26.01.2024 | 15:59 (UTC -3)