IAC dá início aos principais eventos da citricultura da América Latina

43ª Semana da Citricultura, 47ª Expocitros e o 53º Dia do Citricultor; eventos são considerados os maiores em conhecimento, inovação e feira de marketing e negócios da citricultura da América Latina

07.06.2022 | 15:11 (UTC -3)
Mônica Galdino e Felipe Nunes

O Instituto Agronômico (IAC), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, deu início a 43ª Semana da Citricultura, a 47ª Expocitros e o 53º Dia do Citricultor, no dia de ontem, 6 de junho. Os eventos são considerados os maiores em conhecimento, inovação e feira de marketing e negócios da citricultura da América Latina.

Participaram da abertura o subsecretário de Agricultura, Orlando Melo de Castro, o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), Sergio Luiz dos Santos Tutui, o coordenador da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), Luís Fernando Bianco, o diretor-geral do IAC, Marcos Guimarães de Andrade Landell, o diretor do Centro de Citricultura do IAC, Dirceu de Mattos Júnior, e o prefeito de Cordeirópolis, José Adnan Ortolan.

Durante a abertura do evento o diretor do Centro de Citricultura do IAC, Dirceu de Mattos Júnior, agradeceu a presença de todos e abordou sobre a importância da inovação, relacionamento e pesquisa. “A citricultura tem uma característica marcante que é a sua capacidade de inovação. Ela absorve informações e, assim, se mantém tão ativa”, disse.

O subsecretário de Agricultura, Orlando Melo de Castro, anunciou novos investimentos da Secretaria de Agricultura para infraestrutura e reforma do auditório do Centro de Citricultura do IAC. “O Estado de São Paulo investiu R$ 50 milhões em pesquisa durante 2022. Isso demonstra o compromisso que temos com a pesquisa”, afirmou.

Tutui ressaltou em seu discurso os desafios atuais de alta complexidade como o aumento de produção respeitando a sustentabilidade social, ambiental e econômica. “Nós, como institutos de pesquisas da Secretaria de Agricultura, vivemos de desafios. Hoje, o termo inovação está na moda, mas há 135 anos o IAC foi criado para resolver os problemas do agronegócio. E naquela época nem era agronegócio e sim apenas agricultura. Estamos desde aquela época desenvolvendo pesquisas junto com o setor produtivo e repassando para eles”, explicou.

O diretor-geral do IAC falou sobre o orgulho de participar de um evento de mais de quatro décadas. “Esse evento é muito significativo principalmente em um setor que praticamente triplicou a sua produtividade nos últimos anos”, disse. Para Landell, esse aumento ocorre principalmente por conta do aumento de conhecimento gerado por instituições como o IAC, universidades e demais instituições de pesquisa.

O prefeito de Cordeirópolis, José Adnan Ortolan, enalteceu as atividades realizadas pelo Centro de Citricultura. “Quando chegamos aqui vemos um estado que deu certo. Isso por conta do compromisso da equipe e isso enche a cidade de Cordeirópolis de orgulho como também deve orgulhar a Secretaria de Agricultura”, afirmou.

“Temos aqui todos os envolvidos para o desenvolvimento da citricultura no Estado de São Paulo, caso da Defesa Agropecuária que é muito mais que um órgão fiscalizador, pois também orienta o produtor e zela pela sanidade vegetal paulista”, disse Bianco.

Homenagens

O evento homenageou o produtor Raphael Juliano, por sua grande contribuição ao selecionar e distribuir para os citricultores a laranja lima Sorocaba. A homenagem in memoriam foi entregue aos seus bisnetos. Ao longo do evento foram entregues o prêmio Engenheiro Agrônomo Destaque da Citricultura para a pesquisadora do IAC, Mariângela Cristofani-Yaly. O prêmio Grupo de Consultores de Citros - Hall da Fama foi entregue para o produtor e empresário José Gilberto Pratinha. O Programa Globo Rural foi agraciado com o prêmio Centro de Citricultura por sua extensa colaboração de divulgação de conhecimento para a população. Defesa Agropecuária faz orientação dos produtores do evento.

No local do evento, uma van da Defesa Agropecuária, da Secretaria de Agricultura, com engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas está à disposição do público para atendimento e esclarecimento de dúvidas em temas como aquisição e certificação de mudas e Permissão de Trânsito Vegetal (PTV). Além disso, os produtores e visitantes poderão conferir informações a respeito do relatório Cancro Cítrico/HLB que deve ser entregue no sistema informatizado GEDAVE até o dia 15/07.

Além da van, a Defesa é destaque na programação da Semana da Citricultura com palestra a ser ministrada por seu coordenador, Luís Fernando Bianco, que na ocasião, irá abordar as ações realizadas pela Coordenadoria para o controle do HLB Greening. A atividade acontece na quarta-feira (8) a partir das 14h30 no auditório do Centro de Citricultura Sylvio Moreira.

Compartilhar

LS Tractor Fevereiro