Cargill mantém investimento no Brasil

Aumento de 33% na receita operacional líquida e investimentos de R$ 1,2 bilhão no País reafirmam a relevância das operações brasileiras para Cargill

03.05.2023 | 15:44 (UTC -3)
Ana Caroline Carvalho

O ano foi marcado pelo investimento recorde que a Cargill fez no Brasil: R$ 1,2 bilhão aplicado no País em 2022, 18% maior do que o anterior (R$ 1,023 bilhão). Se somados os últimos cinco anos, a empresa investiu mais de 4 bilhões em sua operação no Brasil, números que refletem a importância da produção nacional de alimentos para abastecer mercados interno, regional e mundial. Eles também se alinham ao compromisso da empresa de trabalhar lado a lado com quem produz alimentos que chegam às diferentes mesas nos cinco continentes.

A Cargill no Brasil encerrou 2022 com receita operacional líquida de R$ 125,8 bilhões, o que representa um crescimento de 22% em relação ao ano anterior. O lucro líquido de 2022 foi em R$ 1,2 bilhões, inferior ao registrado no mesmo período do ano anterior, impactado principalmente pelo aumento de custos de produção e de logística.

Na visão do presidente da empresa no Brasil, Paulo Sousa, o resultado conquistado em 2022 mais uma vez está fortemente marcado pelo empenho e expertise dos mais de 11 mil funcionários da empresa no país e pela relevância das operações brasileiras no mapa global da Cargill. “Nós temos o orgulho de contar com pessoas que se identificam com o nosso propósito de alimentar o mundo de forma segura, responsável e sustentável. O Brasil desempenha um papel extremamente importante para a alimentação mundial e, na Cargill, temos certeza de que podemos contribuir para a segurança alimentar mundial, ao conectar os produtores de grãos e alimentos até os consumidores finais”, analisa Sousa.

Pessoas no centro: dentro e fora da empresa

Um dos valores da Cargill é colocar as pessoas em primeiro lugar. Isso se reflete na busca por um ambiente de trabalho em que todas se sintam valorizadas, respeitadas, ouvidas. Em 2022, a empresa implementou modelos de trabalho com mais flexibilidade entre trabalho presencial e remoto, realizou uma série de letramentos raciais para profissionais de diversas áreas de atuação, lançou o Programa INcluir, com vagas exclusivas para pessoas portadores de deficiência e o Programa de Apoio a Aquisição de Próteses e Órteses (Papo), que subsidia esse investimento para profissionais com deficiência.

O foco em pessoas e a preocupação com a saúde motivaram a empresa a vestir de rosa as embalagens de Liza Soja do Molho de tomate Pomarola, em referência ao Outubro Rosa, mês de conscientização sobre prevenção e controle do câncer de mama. A decisão incluiu uma série de atividades virtuais e presenciais sobre a importância da prevenção, tanto para público interno quanto nos canais oficiais das marcas.

Em 2022, 21 projetos socioambientais beneficiaram diretamente mais de 6 mil pessoas no Brasil todo. Em paralelo, a Fundação Cargill investiu R$ 3,1 milhões e mais de 100 mil pessoas foram beneficiadas. Além disso, 43 projetos foram apoiados por meio do edital da Fundação Cargill e 14 equipes Enactus foram contempladas por meio do Prêmio Alimentação em Foco.

Ampliação e diversificação dos negócios

O negócio agrícola, mais uma vez conquistou resultados expressivos a despeito dos desafios enfrentados. Seja pelos fatores inerentes ao mercado, como variação de produção agrícola, preços e câmbio, como pelos desafios logísticos de um país de dimensões continentais como é o caso brasileiro. Ainda assim, a empresa teve um ano histórico, com ampliação significativa nos volumes de grãos originados, processados e comercializados, superando a marca dos 41 milhões de toneladas movimentadas em 2022. Esse volume representa aumento de 15% em relação ao ano anterior.

A diversificação do portfólio marcou o ano da Cargill. A inauguração oficial da planta de Pectina em Bebedouro (SP) atende à demanda global por pectina, uma fibra solúvel obtida com a casca da laranja, limão e maçãs. A unidade foi inteiramente planejada de acordo com tecnologias avançadas e práticas sustentáveis e se tornou modelo para outras fábricas da Cargill no mundo.

Nos negócios de Cacau & Chocolate, a empresa firmou uma parceria para plantar cacau na região do Cerrado, além de ampliar o portfólio da marca Genuine, com a chegada do Genuine Dark 65% Cacau.

Os novos perfis de consumo estiveram na pauta da Cargill em 2022. Em sinergia com a busca por sustentabilidade, a empresa lançou o Pomarola Chef com a nova embalagem de Pomodoro que usa 18% menos tinta. Enquanto isso, a linha de saudabilidade de Purilev ganhou mais um integrante: o Óleo de Abacate, rico em ômega 9.

Em paralelo, a linha de produtos Elefante lançou ketchup, mostarda, marcando a entrada da empresa nesse segmento, além do extrato Elefante Só Tomate, com uma proposta natural adequando-se aos novos comportamentos dos brasileiros com a embalagem de plástico reutilizável.

Em Nutrição Animal, a empresa trouxe o fitogênico Biostrong Forte para apoiar o desempenho dos frangos de corte no País, e a nova geração do Neopigg, solução para nutrição de suínos na fase da creche. Esses produtos focam em apoiar a nutrição e, como consequência, saúde dos animais, reforçando a produtividade que coloca o Brasil entre os maiores players de aves e suínos.

A inovação se confirmou como um dos pilares da empresa. Na área de Bovinos de Corte, a empresa lançou o CattleView, um serviço que une Inteligência Artificial e monitoramento do gado para aumentar os índices de Bem-Estar Animal.

Compromissos com a sustentabilidade

O aumento da população mundial vem acompanhado da importância de uma produção de alimentos cada vez mais sustentável. O Brasil não fica de fora disso. Em 2022, a Cargill anunciou um compromisso inédito: apoiar a restauração de 100 mil hectares de áreas nos próximos cinco anos. Para atingir a meta, a empresa criou e reforçou uma série de parcerias com produtores, governos, entidades setoriais e outros atores sociais para apoiar os produtores na regularização ambiental e na restauração de áreas alteradas, contribuindo para o cumprimento do Código Florestal Brasileiro.

Outro destaque de 2022 foi o mapeamento até o nível de polígono de 100% dos fornecedores diretos de soja dos municípios prioritários onde a Cargill atua no Brasil. Esse tipo de mapeamento é crucial para a construção de uma cadeia de fornecimento livre de desmatamento, pois permite monitorar as mudanças no uso da terra ligadas à soja comprada.

No ano passado, o programa Ação Renove o Meio Ambiente, maior programa de logística reversa de óleo no Brasil, atingiu a marca dos 8 milhões de litros de óleo usado desde 2010. Só em 2022, foram 800 mil litros. Os números reforçam o engajamento cada vez maior dos consumidores que depositam o óleo usado na cozinha em 5,7 pontos de coleta em 19 estados. Além disso, uma parceria em Goiânia (GO) inaugurou uma casa para recebimento de materiais recicláveis, estimulando a economia circular, reciclagem e geração de emprego.

Uma parceria da empresa com uma cooperativa agropecuária conseguiu reduzir em 23% das emissões de amônia ao longo de um ano na produção de suínos. Nesses estudos, foi utilizada uma dieta para os animais com o aditivo eubiótico Aromex, comercializado no Brasil pela Cargill. As reduções de amônia obtidas com o uso da tecnologia equivalem a 119 toneladas de gás carbônico, e isso corresponde à queima de 50 mil litros de gasolina com benefícios para o meio ambiente, bem-estar animal e melhores condições para os colaboradores.

Visão de futuro

O aumento da população e a demanda por combustíveis mais sustentáveis, trazem uma série de desafios, especialmente no abastecimento de alimentos. Isso motiva a Cargill a seguir firme em 2023 seu foco na força operacional, trabalhando em conjunto com as plantas, portos, originação, equipes comerciais, de logística, entre tantos outros para atender e antecipar as necessidades dos clientes. O objetivo é manter a capacidade de entrega e conectar aqueles que cultivam alimentos com aqueles que os consomem.

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024