BASF apresenta produtos no Seminário Nacional de Milho Safrinha

Evento trata de diversos temas, como fertilidade do solo, uso de biológicos e sistemas integrados; complexo do mosaico e o enfezamento são desafios

29.11.2023 | 14:24 (UTC -3)
Gabriel Vitor, edição Cultivar

No XVII Seminário Nacional de Milho Safrinha, a BASF expõe preocupação e soluções para o complexo do mosaico e o enfezamento transmitidos por insetos sugadores, como pulgões e cigarrinhas, são os maiores desafios enfrentados no manejo da cultura.

“A BASF trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras para ajudar os agricultores no melhor manejo para controle destes insetos transmissores de viroses e bactérias, que interferem negativamente na qualidade do grão e no rendimento final da cultura. A novidade deve chegar ao mercado brasileiro nos próximos anos”, de acordo com João Marinho, gerente de marketing de sistema de cultivos milho da empresa.

Com o aumento da área cultivada nos últimos anos e as mudanças climáticas em diferentes regiões produtoras de milho no país, outro desafio que vem merecendo a atenção do produtor é a diversidade de doenças foliares que comprometem o rendimento do grão, além da dificuldade em escolher um fungicida que o auxilie a ter um amplo e efetivo controle das doenças.

“A BASF prepara o lançamento ao mercado de soluções eficientes trazendo uma nova molécula voltada para o manejo fúngico com amplo espectro de controle das doenças no milho. O manejo do complexo de doenças desse cultivo é essencial para o sucesso da lavoura”, afirma o especialista da empresa.

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024