Artigos

Riscos e oportunidades para o setor

28/12/2021

A safra 22/23 deverá ser bastante desafiadora, com uma alta de preços em defensivos e fertilizantes, incertezas cambiais (intensificando o risco de desvalorização do real), além de ser um ano eleitoral, de modo que essa volatilidade cambial poderá impactar na formação dos custos.

Produtividade, preço das commodities, preço dos insumos e custo financeiro são os maiores desafios do agronegócio.

A boa produção vai desde a preparação do solo até o acompanhamento do cultivo com uma equipe especializada, passando pela escolha das sementes e a forma de plantio, podendo então, melhorar a produtividade. Quando se tem uma boa produtividade, as perdas decorrentes de, por exemplo, situações climáticas, volatilidade em preços dos insumos e das commodities são minimizadas.

Já um dos maiores desafios dentro do agronegócio é a instabilidade climática, na qual somos incapazes de influenciar. Contudo, a intervenção em algumas culturas com irrigação e o seguro agrícola, torna capaz a minimização dos impactos. Considerando que a produtividade é um pilar imprescindível no setor, ter uma boa produção é essencial para um bom resultado em qualquer cultura.

Um dos fatores que contribuiu para o expressivo custo dos insumos, principalmente de fertilizantes, foi o excelente preço em diversas commodities nos últimos anos, fazendo com que o agricultor aumentasse o seu investimento no campo, consequentemente aumentando o consumo, como também a diminuição da oferta e aumento de áreas plantadas.

Quando consideramos que muitos agricultores financiam 100% dos investimentos do plantio, a diferença da Selic (taxa básica de juros), que foi de 2% a.a. no início de 2021 para uma projeção acima de 10% a.a. para 2022, torna essencial a gestão financeira.

A Coopercitrus, visando a saúde financeira de seus cooperados, está sempre em busca de alternativas, como o aumento da nossa equipe técnica, investimento em soluções de agricultura de precisão, aquisição de máquinas e equipamentos para atender um maior número de cooperados, assim como aprimorando e capacitando seu time de campo para o acompanhamento em cada cultura.

Em 2021, abrimos uma corretora de seguros, que busca oferecer proteção para culturas. Oferecemos seguros para propriedades rurais e residenciais, máquinas e equipamentos, com o melhor preço do mercado, pensando em proteção e redução de custos de nossos cooperados.

A busca de um custo financeiro adequado -- seja diretamente com a Coopercitrus ou através de outros parceiros do mercado financeiro -- para a aquisição de máquinas e equipamentos é importante utilizar linhas de longo prazo com bancos via BNDES.

A boa gestão de caixa é essencial, tentando captar recursos mais atrativos. As despesas financeiras, quando não são bem administradas, podem ficar com todo o resultado, tornando assim a gestão financeira tão importante quanto a gestão de produção.

Simonia Sabadin

Simonia Sabadin

CFO da Coopercitrus

Revista Cultivar

 

Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura

Grupo Cultivar de Publicações LTDA

 

Rua Sete de Setembro, 160

Centro, Pelotas | CEP 96015-300

+55 53 3028.2000 | 3028.2070

contato@grupocultivar.com