Maior navio porta-contêineres em comprimento a atracar em Paranaguá chega à TCP

Extensão da embarcação MSC Natasha XIII é 12,2 vezes maior que a altura do Cristo Redentor

29.01.2024 | 15:33 (UTC -3)
Andressa Viana, edição Revista Cultivar
Foto: divulgação
Foto: divulgação

A empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) recebeu hoje o navio MSC Natasha XIII, do armador Mediterranean Shipping Company (MSC). Com 366 metros de ponta a ponta (LOA), 48,20 metros de largura (boca), capacidade para transportar 139,7 mil toneladas e 14.432 TEUs (medida para 20 pés de comprimento de contêiner), este é o maior porta-contêineres em comprimento a atracar no terminal.

“A atracação do navio com as dimensões do MSC Natasha XIII é um marco significativo para o nosso terminal e consolida a posição da TCP como operador de navios dessa magnitude. Isso está alinhado a um dos pilares de nossa estratégia, que é atuar como um hub portuário para os armadores, centralizando suas operações de maneira segura e eficiente em nosso porto.” celebra a gerente comercial de armadores da TCP, Carolina Brown.

Em nota, o armador declarou que “a primeira escala de um navio de 366 metros no Terminal de Contêineres de Paranaguá é motivo de celebração para a MSC. A operação do MSC Natasha XIII demonstra e reitera o nosso compromisso em ofertar capacidade de transporte para impulsionar o crescimento do comércio exterior brasileiro".

A próxima atracação de um navio 366 na TCP já está prevista para a primeira semana de fevereiro com a chegada do navio MSC Elisa XIII, embarcação irmã do MSC Natasha XIII, que possui exatamente as mesmas características de comprimento, largura e capacidade.

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, destaca os esforços da empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina para a ampliação do calado. “Investimos em obras de derrocagem e serviços de dragagem para aumentar cada vez mais a profundidade do canal e permitir a atracação de navios cada vez maiores. Receber o MSC Natasha XIII e o MSC Elisa XIII mostra o quanto estamos preparados para atender a esta crescente demanda de mercado”, afirmou o diretor-presidente.

Vindo dos Estados Unidos, a escala do MSC Natasha XIII na TCP movimentará um grande volume de carne congelada, principal commodity de exportação do terminal.

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024