Curso de certificação para doença da macieira está com inscrições abertas em Vacaria (RS)

Capacitação ocorrerá entre os dias 10 e 11 de setembro, e visa a proteção dos pomares contra o Cancro Europeu

05.07.2024 | 15:47 (UTC -3)
Secretaria de Agricultura
Foto: Fernando Dias 
Foto: Fernando Dias 

Entre os dias 10 e 11 de setembro de 2024, ocorrerá em Vacaria, nos Campos de Cima da Serra do Rio Grande do Sul (RS), o curso de certificação para a praga Neonectria ditíssima. O curso é organizado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), com a coordenação do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e apoio da Embrapa Uva e Vinho e da Associação Gaúcha dos Produtores de Maçã (Agapomi).

O Cancro Europeu causado pelo fungo Neonectria ditissima é uma importante doença da macieira. Esta praga afeta principalmente as partes lenhosas, como os ramos do ano, os galhos e o tronco principal da planta. Ocasionalmente, os frutos podem ser afetados e nos casos mais graves, causar a morte da planta. 

“Visando a proteção de plantas contra pragas quarentenárias, cuja introdução e disseminação no Rio Grande do Sul pode gerar perdas econômicas consideráveis, algumas medidas fitossanitárias são preconizadas e por isso a importância deste curso de certificação”, destaca a chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal (DDV) da Seapi, Rita Antochevis.

O processo de certificação

A Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), através da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal (DDSV), habilita responsáveis técnicos para emissão de Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) e Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado (CFOC).

 O CFO e o CFOC atestam a condição fitossanitária de um produto vegetal ou de suas partes, com objetivo de evitar a disseminação de pragas no Rio Grande do Sul e demais estados brasileiros. Estes certificados também fundamentam a Permissão de Trânsito de Vegetais (PTV), documento necessário para o trânsito de plantas, partes de vegetais ou produtos de origem vegetal.

O processo de Certificação Fitossanitária é um acompanhamento realizado por um responsável técnico e baseia-se no cumprimento de uma série de normas, previstas em legislações específicas, que resultam na viabilização da comercialização e/ou trânsito de vegetais ou parte de vegetais, garantindo a conformidade e cumprimento das regras para evitar a disseminação ou introdução de pragas regulamentadas, pragas de interesse de Unidade da Federação ou por exigência de país importador.

A habilitação, pelos responsáveis técnicos, pode ser obtida após aprovação em curso específico, para qual é exigida frequência integral e prova de conhecimentos com aproveitamento mínimo de setenta e cinco por centro. A programação do curso contempla dois módulos, o primeiro com orientações gerais sobre as normas de certificação e o segundo com orientações específicas sobre as pragas.

Inscrições para o Curso

Diretamente na Agapomi, ou pelo e-mail agapomi@agapomi.com.br ou WhatsApp – (54) 99975-1862.

Valores: o curso custa R$ 200 para sócios da Agapomi e da ABPM e R$ 400 para não sócios. Os valores deverão ser depositados no Banco Sicredi,, agência 0268, conta corrente 80644-7 ou pelo pix 90.769.621/0001-27. Os comprovantes deverão ser enviados pelo WhatsApp ou por e-mail, incluindo também o nome completo, e-mail, telefone, número do CREA e formação.

Local de realização do Curso: Auditório da CIC – Câmara da Indústria, Comércio e Serviços de Vacaria, Rua Borges de Medeiros, 1288 Centro – Vacaria-RS

Maiores informações através do e-mail defesavegetal@agricultura.rs.gov.br

Programação do Curso

Dia 10.09.2024 – Terça-feira

09h - Abertura: Mapa/RS, Seapi/RS e Agapomi.

09h30 - Certificação Fitossanitária – Contexto Mundial e Nacional - SSV/MAPA-RS.

10h45 - Intervalo

11h – Portaria n° 319, de 26 de maio de 2021, que institui o Programa Nacional de Prevenção e Controle do Cancro Europeu (PNCE) - SSV/MAPA/RS.

12h - Almoço

13h30 – Instrução Normativa MAPA n° 33, de 24 de agosto de 2016: norma técnica para utilização do Certificado Fitossanitário de Origem – CFO e do Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado – CFOC e Instrução Normativa MAPA n° 28, de 24 de agosto de 2016: norma técnica para a utilização da Permissão de Trânsito de Vegetais – PTV. SEAPI/DDSV.

16h - Intervalo

16h15 – Utilização do Sistema de Defesa Agropecuária – SDA para certificação fitossanitária. Seapi/DDSV.

Dia 11.09.2024 - Quarta-feira

08h30 - Taxonomia, Biologia, Plantas Hospedeiras, Distribuição Geográfica, Sintomas, Dispersão, Monitoramento, Perdas e Danos, Prevenção e Métodos de Controle de Neonectria ditíssima em Pomáceas – Dr. Sílvio André Meirelles Alves – Engenheiro Agrônomo Fitopatologista, Pesquisador da Embrapa Uva e Vinho em Vacaria/RS.

10h - Intervalo

10h15 – Continuação

12h - Almoço

13h30 - Avaliação por meio de prova.

15h30 - Encerramento

Compartilhar

LS Tractor Fevereiro