Calor extremo excede em 30% a média histórica no Centro-Oeste

Alta temperatura segue causando prejuízos à agricultura e deve se estender pelos próximos dias

14.11.2023 | 14:13 (UTC -3)
Gustavo Sousa
Foto: divulgação
Foto: divulgação

A onda de calor, que pode chegar a 44 graus no Centro-Oeste, vai se estender por toda a semana, segundo levantamento da Ignitia Inteligência Climática, empresa especializada em previsões para climas tropicais. Em algumas cidades dessa região, como em Dourados, no Mato Grosso do Sul, a temperatura máxima desta semana já excedeu em quase 30% a média histórica para o mês de novembro, no chamado valor climatológico.

De acordo com o meteorologista e diretor da Ignitia, João Rodrigo de Castro, a cidade de Dourados (MS) registrou 38,5 graus de temperatura nesta segunda (13/11) e a média histórica da cidade para o mês de novembro é de 30,7 graus. Castro alerta que essa onda de calor é extrema. “Se pegarmos os dados históricos, vemos que a média da temperatura máxima em Cuiabá (MT) é de 34ºC em novembro. Nesta segunda, às 17h, a temperatura chegou a 41,1º C. Em Mineiros (GO) a média histórica máxima é de 29.7º C e a máxima desta segunda chegou a 37.5º C”, compara.

O meteorologista e diretor da Ignitia avalia que o padrão observado nos últimos dias é incomum e chega em um péssimo momento para a agricultura nacional. “A chuva ainda não ganhou ritmo nessa estação chuvosa e por isso, muitas áreas com soja recém-plantada têm apresentado resultados desanimadores, com casos de replantio devido aos problemas de tombamento”, afirma.

A previsão do modelo europeu ECMWF com nove quilômetros de resolução indica a manutenção desse cenário. Para algumas regiões, como na divisa entre os Estados de Goiás e Mato Grosso, a previsão mostra possibilidade de temperaturas que podem ultrapassar os 44 graus, valor muito acima da média climática para a região. Temperaturas menos elevadas são esperadas somente no Sul do Brasil que está passando por um novo evento de chuva volumosa.

Surpresas a caminho?

Apesar das temperaturas bastante elevadas, os agricultores podem ter uma boa surpresa nos próximos dias, afirma Castro. “Pode haver formação de chuva devido ao calor. Isso já ocorreu nesta segunda-feira (13) em Rio Verde (MT), onde choveu 6,8mm e pode voltar a se repetir, de forma muito isolada, em áreas de todo o Centro-Oeste e também Sudeste”, diz.

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024