5º Fórum Café e Clima da Cooxupé discutirá a produção de café e as condições meteorológicas

Engenheiro agrônomo Guilherme Vinícius Teixeira vai palestrar sobre as consequências das condições meteorológicas no desenvolvimento do cafeeiro

21.07.2023 | 13:36 (UTC -3)
Assessoria de Comunicação

Os pés de café passam por diferentes fases fenológicas durante seu ciclo de desenvolvimento. Ainda assim, cada etapa responde de maneira diferente às condições meteorológicas, pois as fases vegetativas e reprodutivas do ciclo fenológico levam dois anos para se completar. O sucesso, portanto, da produção está associado à combinação das condições meteorológicas ocorridas no período e as condições de manejo adotadas pelo produtor.

Durante o 5º Fórum Café e Clima, o engenheiro agrônomo do Departamento de Geoprocessamento da Cooxupé, Guilherme Vinícius Teixeira, discutirá as condições meteorológicas e suas consequências nas regiões produtivas em que a cooperativa atua.

O Fórum, promovido pela Cooxupé, acontece na próxima quinta-feira, 27 de julho, das 14h às 17h, na matriz da cooperativa, em Guaxupé (MG). Além disso, será transmitido ao vivo, on-line, pelo Hub do Café e pelo canal da Cooxupé no Youtube.

Palestra de Guilherme Vinícius Teixeira

O engenheiro agrônomo apresentará as condições meteorológicas ocorridas desde agosto de 2021 e as possíveis influências em cada fase de desenvolvimento do cafeeiro.

“Levaremos em conta o monitoramento do volume pluviométrico e temperatura, além do acompanhamento do armazenamento de água no solo, déficit hídrico e radiação, com a finalidade de mostrar o comportamento do cafeeiro diante as condições meteorológicas. E, ao mesmo tempo, vamos fornecer aos técnicos dados que permitem interpretar as influências das condições meteorológicas sobre a ocorrência de estresse na planta e no manejo de pragas e doenças”, detalha.

Ainda segundo o engenheiro, as condições do clima registradas de agosto de 2021 a junho de 2023 impactaram de forma significativa nas projeções para a safra cafeeira atual. Por isso, ele orienta que é muito importante que os cafeicultores cooperados acompanhem as condições meteorológicas ocorridas durante as fases fenológicas do cafeeiro, de modo a acompanhar o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo para não ter surpresas desfavoráveis.

Programe-se

5º Fórum Café e Clima da Cooxupé

  • Data: 27 de julho
  • Horário: das 14h às 17h
  • Evento também será transmitido pelo portal Hub do Café e pela página da cooperativa no Youtube 

Programação:

  • 14h00: Abertura com Diretoria Executiva da Cooxupé
  • 14h15: Palestra de Guilherme Vinícius Teixeira, engenheiro agrônomo do Departamento de Geoprocessamento da Cooxupé, sobre as condições meteorológicas e suas consequências nas regiões em que a cooperativa atua.
  • 15h00: Palestra de Marco Antônio dos Santos, agrometeorologista da empresa Rural Clima, sobre as previsões de clima para os próximos meses nas diversas regiões cafeeiras do Brasil.
  • 15h45: Palestra de José Donizete Alves, professor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), sobre como as condições meteorológicas ocorridas entre agosto de 2021 a abril 2023 afetaram a safra atual de café.
  • 16h30: Debate
  • 17h: Encerramento

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024