Para especialistas, Brasil precisa investir em descarbonização para superar os desafios da sustentabilidade

Profissionais discutirão este e outros temas relevantes à agricultura brasileira no Agrobusiness Summit, evento promovido pela Fenasucro & Agrocana, nos dias 07 e 08 de junho

02.06.2022 | 15:13 (UTC -3)
Fenasucro & Agrocana
Especialistas que participarão do Agribusiness Summit. - Foto: Divulgação
Especialistas que participarão do Agribusiness Summit. - Foto: Divulgação

"O Brasil é uma grande locomotiva mundial que usa combustível fóssil. E com isso tem dois grandes desafios: reduzir o consumo e investir em descarbonização". A avaliação do Representante da FAO no Brasil, Rafael Zavala, vai ao apelo por novas formas de produção, que consigam ofertar alimentos em larga escala, afetando o mínimo possível o meio ambiente.

De acordo com ele, a guerra entre Rússia e Ucrânia mostra que está cada vez mais clara a dependência do Brasil, e como o País é um grande exportador de alimentos, deve acelerar o investimento em energias renováveis, em especial a cana-de-açúcar.

Nesse sentido, Marcos Landell, que é diretor e pesquisador científico do IAC (Instituto Agronômico de Campinas), aponta que muito já foi feito ao longo das décadas, mas os resíduos como, por exemplo, a vinhaça, nem sempre foram reaproveitados.

Foi justamente a tecnologia que permitiu esse avanço. "Nos últimos 40 anos houve uma evolução impressionante em relação à sustentabilidade. Como a redução das queimadas em canaviais, aproveitamento da cana crua, uso de fertilizantes e de matéria orgânica que melhoram a produtividade e reduzem a dependência de insumos", destaca Landell.

E como a todo momento acontecem mudanças, as políticas de Estado precisam acompanhar. Sobre isso, o professor de Física da USP, Paulo Artaxo, lembra que acordos climáticos globais são exemplos que deveriam ser priorizados. “O planeta vai atingir 1.5 graus de aquecimento global em 2026. Os problemas estão se acelerando, com eventos climáticos extremos. E as ações não estão acompanhando a necessidade urgente de reduzir a emissão de gases”, alerta.

Focar em ações de sustentabilidade é uma tarefa urgente e rica em oportunidades, como compreende Luis Roberto Pogetti, Chairman da Coopersucar e Presidente de Honra da Fenasucro & Agrocana. “O consumidor está disposto a pagar mais por um produto que agrida menos o meio ambiente. E o setor de fato tem capacidade de entregar isso, com barateamento da produção a longo prazo e alinhamento com o mercado externo”, considera.

Agrobusiness Summit

Esses e outros assuntos integram o Agrobusiness Summit, evento on-line da TRENDS 2.0 -- plataforma de geração de conteúdo da Fenasucro & Agrocana -, que também reunirá outros especialistas renomados como Antônio Tonielo (COPERCANA); Francis Queen (VP de etanol, açúcar e eletricidade Raízen); dentre outros, nos dias 07 e 08 de junho. As palestras ocorrerão às 10h e 16h.

O objetivo é oferecer ao público acesso aos diversos aspectos da produção agrícola, sem deixar de lado a atenção aos recursos naturais e a necessidade por inovações.

Os painéis serão mediados pelo diretor da Fenasucro & Agrocana, Paulo Montabone, que acrescenta a importância das energias renováveis para a produção em larga escala. "O planeta exige de nós boas ações, porque precisamos produzir para as próximas gerações. É preciso pensar no futuro e o Brasil tem tecnologia e capacidade, por meio da cana-de-açúcar, de corresponder em grande parte às demandas globais e aos desafios que estão surgindo diante do setor do mundo", explica.

A agenda do Agrobusiness Summit pode ser conferida no site da Fenasucro & Agrocana, neste link. As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas gratuitamente.

Serviço

Agrobusiness Summit -- Fenasucro & Agrocana 2022

Quando: Dias 07 e 08 de junho, com palestras às 10h e 16h

Evento online e inscrições aqui.

Compartilhar

LS Tractor Fevereiro