Cooxupé estará presente no 9º Coffee Dinner & Summit

Cooperativa mineira Cooxupé pratica Agenda ESG em suas atividades, direcionando a produção cafeeira dos cooperados para ganhar mais competitividade no mercado internacional, impactando na preferência de clientes e consumidores

17.05.2023 | 14:21 (UTC -3)
Paulo André Kawasaki

A sustentabilidade e, mais recentemente, a Agenda ESG (governança socioambiental) são temas de fundamental importância que vêm pautando diretrizes e as boas práticas agrícolas na cafeicultura global. No Brasil, a realidade da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) já está alinhada com as demandas para a produção de um café cada vez mais sustentável e que atenda às exigências do mercado internacional.

Por conta disso, a Cooxupé estará presente no 9º Coffee Dinner & Summit, realizado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), nos dias 25 e 26 de maio, onde o gerente ESG da cooperativa, Alexandre Monteiro, apresentará como é a produção cafeeira dos cooperados, no Painel Sustentabilidade, que abordará o tema “Cafeicultura sustentável ‘carbono negativo’ frente às metas corporativas globais: Brasil mais próximo do mercado de carbono”.

A Cooxupé mantém, atualmente, mais de 18 mil famílias cooperadas com produção de café do tipo arábica nas regiões do Sul de Minas, Cerrado Mineiro, média mogiana do Estado de São Paulo e Matas de Minas. A cooperativa possui parcerias com empresas e instituições acadêmicas e de pesquisas para implementar e, também, comprovar o quanto suas ações, bem como toda sua produção cafeeira, atendem às demandas sustentáveis, refletindo em cafés certificados e reconhecidos diante do mercado externo.

Iniciativas próprias, como programas e protocolos, também já são colocadas em práticas, permitindo que cada cooperado se aperfeiçoe em sustentabilidade, com o apoio da assistência técnica no campo, todos os dias, por engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas da Cooxupé.

O presidente da cooperativa, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, destaca que a cooperativa está sempre antenada para que a Agenda ESG seja cumprida criteriosamente junto aos produtores associados, de modo que o café produzido amplie a competitividade da Cooxupé e de seus cooperados, bem como desenvolva cada vez mais todas as regiões onde atuam.

“Nossa administração está integralmente voltada para um futuro sólido tanto para a cooperativa quanto para nossos cooperados. As mudanças e as novas necessidades do mercado vêm colocando, dentro das empresas, grandes desafios para caminharmos rumo a um horizonte promissor e absolutamente estratégico. Para isso, já estamos desempenhando, ao longo dos últimos anos, uma gestão baseada em ESG, sempre compromissada com a sociedade e o meio ambiente, por meio de uma governança”, afirma.

Dentro desse cenário, a Cooxupé firmou, recentemente, uma parceria com a empresa Yara, transformando-se na primeira cooperativa do Brasil a receber fertilizante verde, um insumo produzido com baixa emissão de carbono, crucial para descarbonizar a cadeia alimentar e oferecer escolhas alimentares mais sustentáveis aos consumidores.

A assinatura reforçou o compromisso da Cooxupé de levar, aos cooperados, inovações e soluções para que a produção cafeeira seja cada vez mais sustentável. Além disso, nos últimos anos, a cooperativa recebeu importantes premiações e reconhecimentos, dentre eles a liderança no ranking ESG entre as cooperativas brasileiras e a conquista Ouro no Prêmio SomosCoop - Excelência em Gestão.  

Compartilhar

Mosaic Fevereiro Marco 2024