Revistas
 
Grandes Culturas
 
Plântulas em risco

Manejo de plantas daninhas em soja

Página 34 | 14/10/2021 | Pedro Jacob Christoffoleti, Francielli Santos de Oliveira e Pablo Alves de Sousa, PJC Consultoria Agronômica

Como vencer os desafios do manejo de plantas daninhas nos atuais sistemas de produção da cultura da soja no Brasil.


Manejar com eficácia as plantas daninhas na cultura de soja é com certeza um grande desafio para o produtor na atualidade. Dentre os fatores que intensificam as dificuldades de manejo, destaca-se a seleção de plantas daninhas resistentes ao glifosato e herbicidas alternativos de pré e pós-emergência. Em adição a isto, a presença de plantas cultivadas voluntárias resistentes ao glifosato representa um grande entrave para o produtor que utiliza sucessão de culturas resistentes a este herbicida. 

As dificuldades na operação de tratos culturais para o bom manejo de plantas daninhas não param por aí. Quando herbicidas alternativos ao glifosato são utilizados, um fator de preocupação para o produtor consiste na seletividade dos herbicidas, principalmente para variedades de alto teto produtivo. Neste caso os herbicidas pré-emergentes precisam de características físico-químicas que garantam uma dinâmica do solo e na palhada adequada para que a cultura tolere a presença do herbicida sem prejudicar o seu crescimento, para que assim ocorra um desenvolvimento inicial sem interferência do herbicida. E um desenvolvimento inicial “sadio” da cultura é o desejo do produtor que atualmente usa variedades cada vez mais precoces, em que o “arranque” inicial rápido das plantas é fundamental.

Também é importante considerar que nos últimos anos tem ocorrido intempéries climáticas, fora da normalidade, como em alguns momentos de falta de chuvas, e outros com excesso. A falta de chuva afeta a eficácia dos herbicidas, principalmente daqueles aplicados em pré-emergência. Pois nestas condições não há a ativação do produto no solo, e os mesmos tendem a ser perdidos antes da primeira precipitação. Já o excesso de chuva, principalmente para solos de textura arenosa e/ou com baixo teor de matéria orgânica, pode resultar em redução de sua seletividade para a cultura, principalmente para os herbicidas de alta solubilidade em água.  

Seja assinante e leia a matéria na íntegra

AssineLogin

Revista Cultivar

 

Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura

Grupo Cultivar de Publicações LTDA

 

Rua Sete de Setembro, 160

Centro, Pelotas | CEP 96015-300

+55 53 3028.2000 | 3028.2070

contato@grupocultivar.com